O museu Broad de L.A.

O filantropo Eli Broad, da Fundação Broad, apresentou o projeto do museu Broad de Los Angeles, de autoria do escritório Diller Scofidio + Renfro. A Fundação de Arte Broad abrigará obras de arte contemporânea, uma vasta coleção – em um prédio de pouco mais de 110.000m² de área construída.

 

O prédio, com três andares e estacionamento subterrâneo, está orçado em US$130 milhões e pretende desempenhar papel-chave na reurbanização da Grand Avenue,  bem como estabelecer um contraponto a uma portentosa Sala de Concertos, projeto de Frank Gehry localizado à frente do terreno – a Wall Disney Concert Hall.

O exterior é definido por uma esrutura vazada de concreto, apelidada de “o véu” (a edificação como um todo tem o apelido “o cofre e o véu”), que permite à luz natural entrada por todas as fachadas – e pela cobertura.

O prédio conta com uma galeria composta por um vão livre de um acre de área, tendo ainda uma sala de leitura, uma galeria multimídia, lobby, loja de presentes, bar/café, arquivo e depósito.

Todo o segundo andar abriga o “cofre” que, ao contrário da maioria dos museus, deixa o acervo à mostra, negando a comum guarda deste no subsolo. A laje curvada do lobby conforma o piso do “cofre”, cuja laje, por sua vez, sustenta a galeria de exposições, logo acima no terceiro piso.

Fonte: inhabitat.

Siga-me no twitter! @arquitetogeek

Anúncios

Sobre arquitetoGEEK
Só um cara inquieto por novas tecnologias e pesquisas relacionadas a arquitetura e engenharia.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s