O Museu do Amanhã

O arquiteto e engenheiro espanhol Santiago Calatrava apresentou hoje o projeto para o Museu do Amanhã, no Rio de Janeiro. Uma iniciativa da Fundação Roberto Marinho com os governos municipal e estadual, enfoca a sustentabilidade e objetiva fomentar discussões acerca da relação do homem com o ambiente. Sua belíssima arquitetura insere-se na reurbanização da orla da cidade.

 

O projeto, cuja obra inicia-se em 2011, faz parte de um esforço de reurbanização de toda a orla, valorizando-a e reforçando o apelo turístico da cidade. Entre outras medidas a serem futuramente implementadas no assim chamado “Porto Maravilha” (nome do planejamento para revitalizar a área), por exemplo, está a demolição do Elevado da Perimetral, a ser substituído por um túnel, melhorando a integração entre o centro e a área.

De acordo com a filosofia da Fundação Roberto Marinho, o museu terá também caráter educativo, relacionando-se com a rede de ensino pública e pautando-se pela interatividade na transmissão dos conteúdos relacionados a sustentabilidade. “O projeto do museu é totalmente autossuficiente. E vamos usar somente materiais recicláveis na construção”, diz Calatrava. O visitante será guiado por uma sequência de percursos informacionais – o que também contemplará portadores de necessidades especiais.

A edificação abre-se para a luz natural, aproveitando-a de forma dinâmica mediante paineis fotovoltaicos móveis, cujo posicionamento altera-se com o tempo, modificando portanto a fachada do próprio museu, rodeado por um espelho d’água que, além de proporcionar uma temperatura mais amena, faz com que o prédio pouse suavemente sobre as águas da orla.

O programa contará com loja, auditório, restaurante, salas de exposição e, em um nível superior (conectado ao térreo por rampas), a exposição permanente, um café e um espaço para contemplação da paisagem, num empreendimento de 12.500 m². “O visitante não vai apenas apreciar o museu. Ele também vai ter a experiência da luz, da vida, da natureza”, conclui Calatrava. Sem dúvida algo a ser comemorado!

fontes: piniweb, G1,  veja, Fundação Roberto Marinho, Projeto Porto Maravilha.

Siga-me no twitter! @arquitetogeek

Anúncios

Sobre arquitetoGEEK
Só um cara inquieto por novas tecnologias e pesquisas relacionadas a arquitetura e engenharia.

2 Responses to O Museu do Amanhã

  1. Amanda says:

    O calatrava é um cara d++++++++++++++, um genio
    queria muito que esse museu fosse feito em SP e não no Rio pq eu poderia visita-lo com muita frequencia
    é incrive a semelhança com Milwaukee, ma vai ficar lindo

    • arquitetogeek says:

      Oi Amanda!! Ah, sim, ele é mesmo genial… mas quem sabe? Talvez esse seja apenas o começo… e SP ganhe obras assim também! =D

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s