Pavilhão da EXPO 2012 em Yeosu, Coreia do Sul

O Concurso Internacional para o Pavilhão da EXPO 2012, na cidade de Yeosu, Coreia do Sul, anunciou seus vencedores.  Escolhemos três projetos para apresentar, por seu caráter inovador: o próprio campeão (não, não é uma escolha óbvia), um ganhador de menção honrosa e um participante cuja proposta, exibida na ArchDaily, chamou nossa atenção. Divirtam-se!

 

O PRIMEIRO COLOCADO (SOMA-ARCHITECTS) [Áustria]

1

Com o nome “ONE OCEAN”, o projeto é uno com o mar, explorando-lhe o conceito de superfícies intermináveis cujas profundezas a tecnologia nos permite explorar; estabelece-se aqui uma conexão com o ambiente terrestre.

2

O oceano é visto como um meio que une todo o planeta, o que aflora na edificação, apenas setorizada por paredes que conferem a seus espaços heterogeneidade de iluminação e profundidade, quer vertical, quer horizontal.

3

Para tanto, foram erguidos cones em um setor da edificação, baseados em um reticulado triangular – um contraponto ao corpo horizontal vizinho. O espaço gerado exteriormente é igualmente rico, despontando o pavilhão como um marco urbano e paisagístico.

4

A coberta combina natureza e tecnologia, pondo lado a lado jardins e painéis solares, além de elementos piezoelétricos (captando energia através do movimento produzido pelo vento). A iluminação artificial interna conjuga-se com a natural, através da utilização de lamelas móveis na fachada principal, adaptando a edificação à passagem do dia.

5

MENÇÃO HONROSA (UNSANGDONG ARCHITECTS) [Coreia do Sul]

B1

O projeto, uma proposta enfática, consiste da união entre imaginação e natureza através da tecnologia. Para tanto, é erigido um “Portal Oceânico”, uma exibição vertical de vida oceânica aliada a arquitetura que visa passar ao público a mensagem que define a própria exibição: a união Oceano & Vida.

B2

O vazio também é um espaço de exibição a ser utilizado; uma vez que qualquer arquitetura pode chegar a seu limite de utilização, o prédio foi idealizado de forma a possibilitar, através de seus vários planos de contato com o vazio (divididos em elementos: água, verde, o vazio em si), maiores e desafiadores aproveitamentos.

B3

O prédio como um todo é pensado de forma a ser sustentável – sua estrutura capta energia de recursos renováveis: a água, o vento e o sol. A arquitetura foi idealizada, ainda, de forma a contemplar a dinâmica e finitude da própria natureza, ao longo de seus diversos e complexos ambientes.

B4

PARTICIPANTE (PEDDLE THORP ARCHITECTS) [Austrália]

PAV1

O projeto baseia-se em uma edificaçação “anfíbia”, que seja “viva”, reagindo ao meio e adaptando-se a ele. O design referencia a dinâmica dos fluidos, uma união entre ciência e biologia que lhe dá características da vida marinha, de acordo com os atuais paradigmas da arquitetura (para saber mais acompanhem nossos posts sobre biomimética).

PAV0

O pavilhão anfíbio foi projetado para ser ambientalmente afirmativo, indo além da exibição em si. Após seu término, seria levado por rotas marítimas a outras cidades, como parte de um programa de pesquisa (e uma exibição) itinerante. Seria um significativo suporte à ciência marinha, unindo cientistas de toda a Ásia.

PAV5

Ancorado à cidade, o desenho da edificação (ou, melhor dizendo, embarcação) adequa-se ao movimento das ondas, tornando-se emblemático na paisagem urbana.

PAV4

A malha estrutural cria ambientes fluidos e contínuos de visitação, consistindo a circulação em uma volta completa ao longo do interior da arquitetura.

PAV2

Ufa!! Para saber mais, visitem o site da EXPO 2012.

Anúncios

Sobre arquitetoGEEK
Só um cara inquieto por novas tecnologias e pesquisas relacionadas a arquitetura e engenharia.

4 Responses to Pavilhão da EXPO 2012 em Yeosu, Coreia do Sul

  1. soma says:

    Arquitetogeek has liked the wrong company to our project >>> please follow the link below to find more information on “One Ocean” and other recent project of soma:

    http://www.soma-architecture.com

    We would welcome if arquitetogeek could correct the link in this post.
    Thx.

    • arquitetogeek says:

      We are terribly sorry about the inconvenience, as well as profoundly thankfull for the attention. Yours is an admirable architecture company, and have in us, and hopefully in many Brazilians that access our blog, great admirers.

  2. maviniê mota says:

    que pavilhão belhissímo, tenho impressão que ele anda.

  3. maviniê mota says:

    que pavilhão lindo!tneho a impressâo que ele anda.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s